Uma campanha para a Transição Energética Justa

Ainda vamos a tempo para travar as alterações climáticas e construir um futuro justo e limpo. A campanha Empregos para o Clima, apoiada por várias organizações ambientais e laborais, defende que é possível fazê-lo criando mais de 100 mil postos de trabalho dignos nos sectores de energias renováveis, transportes públicos, eficiência energética, agricultura e florestas. Estes empregos, a criar pelo estado, iriam garantir as transformações de insfraestruturas necessárias para mitigar a crise climática.

Isto melhoraria a vida de milhares de famílias, ao tirar pessoas do desemprego e de vínculos precários, e ao garantir energia limpa para o país, lançando Portugal no caminho certo para combate às alterações climáticas.

Os governos e instituições financeiras têm urgentemente de parar o investimento e incentivos a projetos de combustíveis fósseis. Em alternativa, é preciso apostar em soluções de democracia energética: formas de produção e gestão de energia sob o controlo público, e para servir a sociedade.

Mais informações: www.empregos-clima.pt